Quando Ela Era Boa - Philip Roth

, , 2 comments

Ambientada nos anos 40, na América provinciana, a narrativa conta os 22 anos de vida de Lucy Nelson. Conhecêmo-la em pequena, no seio de uma família pouco funcional onde o pai é álcoolico e pouco presente e a mãe permissiva e fraca. Moram na casa dos avós de Lucy, e durante anos ela vê também o avô tudo perdoar ao seu pai, dando-lhe novas oportunidades vezes sem conta, prolongando o sofrimento de todos.

Lucy cresceu neste ambiente e a sua tendência é para achar que todos os homens necessitam de "intervenção", desconfiando sempre das suas acções e motivações. Quando conhece Roy, por quem tem uma paixoneta, esses sentimentos afloram e fazem-na acreditar que ele não é nem nunca será um homem a cem por cento.

No entanto, antes de conseguir dispensá-lo da sua vida, engravida. E aí a sua maldição começa, ao ver-se presa a um homem que não respeita, e à família dele, que passa a odiar, com todas as suas opiniões descabidas e as diferentes formas de se meterem na sua vida e dizer-lhe o que fazer.

O casal tenta levar uma vida normal, mas a raiva crescente de Lucy para com o mundo, que se materializa contra o marido, impede-os de ser felizes. Ela torna-se insuportável, impertinente, agressiva, como se todos os problemas do mundo lhe pesassem nos ombros e fossem culpa dos homens da sua vida.

Esta é uma das melhores construções de personagem que já li. Temos tudo, desde o seu background, passando por todos os pormenores que faziam antever a sua personalidade até ao descambar total de uma agressividade fora de série. Tudo isto feito de forma muito subtil, e só no fim nos questionamos como é que aquela pequena se tornou naquela mulher odiosa.

É uma história dramática, realista, sem artifícios, baseada nos sentimentos mais crus do ser humano. O nosso sentimento também muda - ao início sentimos a pena, a comiseração pela vida daquela miúda, mas quando acabamos o livro tudo isso ficou no passado. A escrita brilhante de Roth tem essa magia, e está a tornar-se rapidamente num dos meus autores favoritos.

Quando Ela Era Boa
De: Philip Roth
Ano: 1966
Editora: Dom Quixote
Páginas: 360

A nossa pontuação: ★★★★☆
Disponível no site Wook.

2 comentários:

  1. Deste escritor li "A Mancha Humana" (antes tinha visto o filme) e "O Fantasma Sai de Cena", para além de um livro de contos e gostei bastante.
    Mais uma sugestão a registar! (vou escrevendo na agenda:)
    Muito boa tarde e boas leituras!

    ResponderEliminar
  2. É o 4º livro que leio dele (incluindo A Mancha Humana), e acho que cada vez gosto mais dele. Há muitos que defendem que já devia ter recebido o Nobel há muito. Obrigado pelo comentário, bons livros! :)

    ResponderEliminar